4.1.07

Brasil e a investigação de ETs

“O Brasil está irremediavelmente engajado nessa aventura de busca de vida fora do Sistema Solar", afirma o cientista da Universidade de São Paulo (Eduardo Janot)

O comitê Corot-Brasil, união entre nosso país e Agência Espacial Européia, pretende investir na investigação de planetas similares a Terra, a fim de encontrar vida extraterrestre. Foram investidos 2 milhões de dólares neste projeto, como alguns dizem, uma ninharia para estudos deste tipo, em que o benefícios serão tremendos.
Não vou criticar a finalidade do projeto e nem sua utilidade, não tenho capacidade para isto. O que me espanta é a fascinação de descobrir vida fora da Terra. Não conhecemos nem a real diversidade biológica do menor estado de nosso país. Ninharia de 2 milhões de dólares investidos em projetos de ciência básica fariam um bem tremendo em diversas regiões do Brasil.
Quantas espécies de animais e vegetais existem no Brasil? Onde elas se distribuem? Qual é a abundância e densidade? São muitas perguntas e poucas respostas em relação a este tema. Isto sim é um desafio a ser explorado e investido. Precisamos conhecer os vários "alieníginas" que existem por toda a parte, até nos lugares muito estudados podem existir espécies novas, na Amazônia então nem se fale.
Volto a repetir, não critico a missão brasileira de caça aos ETs, porém o que existe aqui na nossa Terra pode ser muito interessante e está sendo destruido por falta de conhecimento e inteligência. Então se forem achar vida fora da Terra, que seja inteligente, porque isto por aqui esta fazendo falta.

2 comentários:

João Carlos disse...

É, xara!... Parece que estão procurando outro planeta para estragar, porque este aqui nem tem mais graça...

Maria Guimarães disse...

pois é. o fascínio pelo extraterrestre é real, mas às vezes vem com um gosto bem amargo: este planeta já não tem jeito, vamos ter que nos mudar pra outro (e quem sabe tratá-lo melhor?).
rá, o joão carlos anda por aqui! depois de longa ausência andei na ciranda da roda de ciência e senti falta destes dois joões.