3.9.06

Qual será o futuro das áreas prioritárias para conservação da biodiversidade?

Depois de ter identificado as áreas prioritárias para conservação da biodiversidade, o que será feito de concreto para efetiva proteção ou planejamento destas áreas. No estado de São Paulo muitas áreas ditas como prioritárias sofrem de planejamento inadequado e desconhecidas pela população em geral. Venho de uma região do Estado de São Paulo que foi enquadrada com de extrema importância biológica pelo estudo AVALIAÇÃO E AÇÕES PRIORITÁRIAS PARA A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DA MATA ATLÂNTICA E CAMPOS SULINOS, e talvez poquíssima gente saiba que vive em um lugar assim. Talvez os planos diretores destes municípios nem contemplem proteção de biodiversidade e o turismo regional, apesar de ecológico, não usa isto como markenting para atrair turistas.
Tive uma experiência frustrada de criação de uma Reserva Particular do Patrimônio Natural em São José do Rio Pardo - SP. Apesar dos atributos biológicos e de estar inseridas nas zonas prioritárias de conservação, orgãos ambientais e a comunidade no geral pouco se mobilizaram para criação efetiva desta área protegida.
Talvez uma união de setores produtivos da sociedade investindo em reservas privadas, fazendas ecológicas e ecoturismo, mais ações governamentais podem tirar este tema do esquecimento e da incompreensão. Senão pouco sobrará, a não ser estudos e trabalhos em prateleiras.

Nenhum comentário: