12.2.07

Não tenho dúvida, a culpa é do Ser Humano

Depois do famoso relatório do IPCC que "provou" que o aquecimento global é culpa do Ser Humano, temos que aceitar uma teoria como fato e ainda ver uma rídicula ação da sociedade contra o aquecimento global.
Sim, nós somos culpados. Passo a acreditar nisto a partir de agora. Qual a razão de tanta certeza? Basta abrir uma revista, seja ela ecológica ou econômica (atualmente parece a mesma coisa), para ver que criamos o aquecimento global. Ele esta no imaginário do povo, na voz do político e na preocupação do agricultor. Os negócios estão fervilhando, o mercado de carbono está em alta e soluções megaridículas estão sendo planejadas. No fundo queremos o aquecimento global, é legal esperar por algo novo, algo mais quente.

O mundo inteiro sabe dos riscos, parece ser a hora certa, a chance de mudarmos nossos hábitos globais de destruição e parar com nossa incrível capacidade ilimitada de aspiração por bens materiais inúteis. Mas não. Conseguimos transformar a tragédia em produto. Sim, capitalizamos o aquecimento global, ou melhor o "Global Warming" para todo mundo entender. Já capitalizamos a coragem, a força do jovem e as revoluções. Agora a bola da vez é o aquecimento. Holywood está em festa, os astros viraram os maiores especialistas em meio ambiente, os cientistas velhotes já aposentados viram uma oportunidade de retorno e juntamente com os jovens estão loucos para ver seus artigos em uma revista com um iceberg derretendo na capa.

No mundo das tecnologias, nem se fale, são várias soluções criadas todos os dias. Os engenheiros são os ecólogos agora. Como os efeitos do aquecimento são a curto prazo, não adianta entender de estrutura ecossitêmica e biodiversidade, não a tempo para isto. O negócio é geoengenharia, fazer megas projetos milionários para conter definitivamente o efeito estufa. Tem até prêmio para quem tiver a melhor idéia. O regulamento diz: o ganhador levará uma bolada de dólares e ainda salvará a humanidade. Sim, será o retorno de cristo. O cristo anti-carbono.

Erramos novamente, insistimos nos erros. Vamos usar nosso próprio erro como produto, não vai demorar muito para cair a máscara. Vai um dióxido de carbono aí?!

5 comentários:

João Carlos disse...

Sabe o mais curioso?... Eu quando era jovem (ao contrário do que dizem as más líguas, eu não fui preceptor de Ramsés III... apenas concorri ao cargo) eu li um livro que tratava dos estudos de Louis Agassis e a Idade Glacial. Isso foi na década de 1950.

Toda essa churumela de "efeito estufa" e das emissões "human-made" já estavam lá...

Mas- sejamos otimistas! - os combustíveis fósseis também não vão durar muito mais tempo...

Felipe disse...

É a cultura do medo e do pecado! Nascemos pecadores e temerosos a ... erm... tudo e essa é nossa sina.
Bem, não há muito o que fazer quando a maioria da população, ou a maioria que tem poder de fazer algo, acredita piamente no aquecimento global e está criando mecanismos napoleônicos para reter o aquecimento global, provavelmente alguma dará errado e veremos nevar nas dunas marenhenses logo, logo... eu, particularmente pessimista estou desistindo quase-desisitido mesmo já das questões ambientais... a humanidade funciona a curto-prazo, a dinheiro e de impulsos de crescimento econômico... desculpa, mas cansei de lero-lero, quero mais saúde, me cansei de escutar opnião de como ter um mundo melhor, mas ninguém sai de cima, desse chove não molha... diz a música e sinto eu...

Joao Soares disse...

Parabens pelo voso trabalho.Já tem um link no meu blogue BioTerra.
Espero que também o apreciem.
Abraços (Portugal)
Joao Soares

João Alexandrino disse...

João, podemos observar o mundo a partir de "baixo" o que provoca a sensação de que é sempre impossível que algo melhore, que a humanidade chegue lá em "cima". Ou podemos observá-lo a partir de "cima" de forma a que pareça quase impossível resgatar a maioria da humanidade do poço onde está aprisionada. As duas visões são uma boa forma de nada fazer. Prefiro visões a vários níveis, que levam à compreensão de que as soluções são diversas e abundantes, e resultam da criatividade feita conhecimento feito tecnologia feita vontade política feita AÇÃO!

Todos sabemos que para combater o aquecimento global precisamos de duas coisas: contenção no uso de recursos e de soluções tecnológicas. É verdade que a nossa sociedade está mais preparada para o combate tecnológico, e isso deve-se simplesmente à nossa sociedade capitalista, tão ingenuamente criticada por muitos. O paradoxo, é que é essa mesma sociedade que "criou" o aquecimento global através 1) da falta de contenção no uso dos recursos, e 2) de tecnologias de transformação demasiado poluentes.

Por mais que eu seja muito crítico da mídia, dos mercados, dos governos e de TODOS NÓS, é neles que reside a solução, tal como o problema. Por isso rejeito visões dialéticas de mundo. E acredito na mudança. Procura estar atento ao que se passa no Reino Unido, pois talvez os britânicos mais uma vez liderem o mundo numa nova revolução. Will London lead the way? Hope so!

BB disse...

João, se este post é participante da roda da ciencia, os comentarios nao deveria estar lá? Colocarei o meu ali, tudo bem?