8.2.07

Sandálias de borboletas e neutralizadores de carbono

Recebi duas notícias intrigantes e também interessantes nesta semana chuvosa. A primeira é sobre a uma grife famosa - a Cantão - do Rio de Janeiro que começou a produzir este ano sandálias com saltos de resina e cheio de borboletas mortas em seu interior, lógicamente foi multada por crime ambiental pelo Ibama e ainda tem que provar a origem legal das borboletas. O site da Cantão diz que esta moda é uma tendência ecológica e que "busca a liberdade como borboleta, bordando amores, sutis-tentadores, pousando cá e lá por esses cantos dourados de flores...". Legal também é comentário do site O ECO: A diferença é que a borboleta inspiradora acabou presa, morta e colada em acrílico sob os pés de quem pagou mais de mil reais por ela".

A segunda notícia é sobre uma nova empresa - The green initiative - de cunho ambiental de olho nos negócios lucrativos do aquecimento global. Cansados da burocracias do crédito de carbono, protocolo de Kyoto e tudo mais, resolveram criar formas de "neutralizar os gases estufa" recompondo áreas de mata degradada às margens de rios e lagos. Parece uma idéia simples, mas pode dar certo principalmente em trabalhos midiáticos, markenting ecológico e certificação ambiental. O estranho foi uma declaração do coordenador da empresa numa entrevista para revista Vida Simples:
Revista Vida Simples - Vocês monitoram o projeto depois da implantação?
The Green Initiative - Precisamos acompanhá-lo nos primeiros dois anos de reflorestamento ­ a fase em que as mudas se adaptam às áreas recuperadas, com o maior risco de mortalidade. Os projetos são monitorados em toda sua vida útil (mais de 20 anos) pelo Ibama e pela Polícia Florestal,..., sua existência intacta se torna obrigatória por lei.

E assim a vida continua com borboletas nos pés e neutralizadores de carbono nos salvando do aquecimento cerebral, quer dizer, global...até mais ver!!!

Nenhum comentário: