29.7.06

Governo proíbe queimada de cana



Por Daniele Zebini, da Agência Autoinforme - A estiagem e a baixa unidade relativa do ar levaram o secretário do Meio Ambiente do Estado, José Goldemberg, a assinar nesta quarta-feira (26) um decreto que proíbe temporariamente a queima da palha da cana-de-açúcar emlavouras paulistas. A medida está prevista no artigo 14 do decreto nº 47.700, de 11 de março de 2003, que determina a suspensão da queima quando a qualidade do ar oferece riscos à saúde humana, danos ambientais ou condições meteorológicas desfavoráveis. Na quarta, o índice de umidade relativa do ar de São Paulo ficou em 25%, o menor desde 2000. No interior do Estado, a situação é ainda mais preocupante. Em diversos pontos, medições extra-oficiais apontaram umidadedo ar de apenas 15%. Números inferiores a 20% podem trazer riscos à saúde, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde). O promotor do meio ambiente da região de Catanduva, um importante pólo alcooleiro, José Carlos Rodrigues, comemora a iniciativa do governo. "A suspensão da queima mostra uma maior sensibilidade do governo para o problema. A medida pode até aumentar o preço do álcool, mas a população ficará no lucro, já que vai gastar menos com a saúde e com a limpeza de suas casas", afirma. A suspensão da queima da cana, no entanto, é temporária, só terá validade até que as condições meteorológicas se normalizem com a volta das chuvas. Na opinião de José Carlos Rodrigues, a queimada é irregular e deveria ser proibida definitivamente. "A suspensão já é um começo, mas não é a solução. O governo deveria fazer avaliações pontuais nas áreas atingidas pelas queimadas e não esperar o Estado todo ficar alerta para agir", diz. A Unica – União da Agroindústria Canavieira de São Paulo – ainda não se pronunciou sobre os prejuízos que a suspensão pode trazer para o setor e que medidas serão tomadas daqui para frente. A assessoria de imprensa divulgou apenas a seguinte nota: "As condições climáticas desfavoráveis que atingem todo o Estado de São Paulo forçam uma situação que preocupa as autoridades públicas e o setor produtivo. Desta forma, a Unica pretende estar empermanente contato com os órgãos ambientais para acompanhar o quadro". (Envolverde/AutoInforme)
***
Para saber mais sobre queimadas e poluição atmosférica, visite os sites abaixo:
Inpe Monitoramento de Queimadas - http://www.cptec.inpe.br/queimadas/
Mapa das queimadas no mundo disponível em tempo quase real - http://dup.esrin.esa.it/ionia/wfa/index.asp
***

Nenhum comentário: